Home»Cidade»Acimg protocola ofício com medidas sanitárias para reabertura do comércio

Acimg protocola ofício com medidas sanitárias para reabertura do comércio

0
Shares
Pinterest WhatsApp

Da Redação 

A Acimg (Associação Comercial e Industrial de Mogi Guaçu) protocolou na manhã desta terça-feira (2), na Vigilância Sanitária Municipal, um ofício com medidas sanitárias para a reabertura do comércio, que acontecerá na próxima segunda-feira (8).

O ofício da entidade representa o comércio de rua, escritórios, concessionárias e imobiliárias. Os representantes do shopping e dos bulevares enviaram ofícios separadamente. Porém, todas os segmentos poderão reabrir ao mesmo tempo. No caso destes últimos, que possuem praça de alimentação, somente poderão retomar os serviços para retirada e entrega de comida.

A Vigilância e a Secretaria de Saúde irão avaliar o pedido, que depois será encaminhado para o Conselho Municipal de Saúde, e para o COE (Comitê de Operações Emergenciais). Depois da avaliação de todas estas instâncias, e do consentimento na abertura, haverá uma publicação no Diário Oficial, no sábado (6).

Assim, a partir de segunda-feira, os segmentos classificados na fase 2 do Programa São Paulo, voltarão a funcionar. Naturalmente que a reabertura acontecerá respeitando horários, protocolos sanitários e distanciamento social. A Prefeitura Municipal também vai acompanhar de perto este momento, fiscalizando os estabelecimentos. A Guarda Civil Municipal e a Vigilância Sanitária farão esta fiscalização e autuarão, caso seja necessário.

“Esperamos que todas as empresas se adaptem o mais breve possível às normas do protocolo e consigam retomar suas atividades. Mesmo que a retomada aconteça com o horário reduzido, é um alívio para a economia das empresas quem puderem reabrir as portas. Afinal, foram mais de 60 dias fechadas.”, comentou o superintendente da Associação Comercial, Adenilson Junior dos Reis.

Shopping e Bulevares

A Vigilância Sanitária recebeu também os protocolos para reabertura do shopping Buriti e Bulevares. Os documentos foram elaborados com base nas diretrizes da Abrasce (Associação Brasileira de Shopping Centers) e das secretarias estadual e municipal de Saúde.

No plano apresentado pelo Buriti e Bulevares, o horário de funcionamento sugerido é o das 14h às 18h. A abertura por apenas quatro horas é uma exigência do Plano São Paulo, desenvolvido pelo Governo do Estado, e deverá ser seguida por todos os setores do comércio.

Algumas medidas propostas pela direção dos dois shoppings são o distanciamento de dois metros entre as pessoas, o número limitado de clientes dentro do estabelecimento, a disponibilização de álcool em gel 70% e o uso obrigatório de máscara, tanto por funcionários quanto pelos transeuntes.

Além disso, a praça de alimentação não voltará a funcionar integralmente. Só serão permitidos delivery e retirada no local.

Os documentos serão analisados até quinta-feira, dia 4, pelo Conselho Municipal de Saúde e pelo COE (Centro de Operações Emergenciais em Saúde Pública) e, se forem aprovados, os comércios adequados as normas poderão reabrir a partir da segunda-feira, 8 de junho.

A reabertura só é possível por conta do Plano São Paulo, apresentado pelo governo estadual no dia 27 de maio. Nele, o Estado é divido em regiões e o plano de reabertura gradual possui cinco fases.

Mogi Guaçu está na fase 2 e nela é permitida a retomada de setores como o imobiliário, de concessionárias, escritórios e serviços em geral. Para cada setor, existe um conjunto de regras específicas que deverão ser seguidas.

Previous post

Assaltantes mortos: Policiais Militares são afastados

Next post

Motoristas aguardam plano de trabalho na frente do Paço Municipal