Home»Cidade»Alimentos: consumidores denunciam supermercados

Alimentos: consumidores denunciam supermercados

Nesta semana, consumidores reclamaram do aumento do feijão em supermercados de Mogi Guaçu

0
Shares
Pinterest WhatsApp

Não foram apenas as reclamações dos preços dos botijões de gás vazios que cresceram no Procon de Mogi Guaçu. Nas últimas três semanas, os consumidores passaram a ligar no órgão para denunciar que supermercados da cidade aumentaram de forma abusiva os valores de alguns alimentos, como arroz, feijão, óleo, leite e alho, por exemplo.

O coordenador do Procon de Mogi Guaçu, Ronaldo José da Silva, ressaltou que as queixas são registradas e encaminhadas à coordenação do núcleo de Campinas, que é a responsável pelas fiscalizações. Isso porque, o Procon/SP possuí atualmente 328 Procons municipais conveniados, sendo que não são todos que têm agentes de fiscalização credenciados. Com isso, as equipes do Procon/SP atendem as demandas em municípios que não possuem fiscais, que é o caso de Mogi Guaçu.

No caso das distribuidoras de gás de cozinha foi autorizado pela Fundação que o Procon local realizasse notificações aos estabelecimentos solicitando as notas fiscais de compra e venda dos últimos três meses. Para as denúncias feitas com relação aos alimentos, Silva explicou que já foi solicitada à Fundação a autorização para tomar a mesma medida.

No entanto, eles ainda estão aguardando uma resposta. “Não podemos tomar medidas administrativas no Procon sem autorização, porque o convênio estabelece que quem dita as normas de procedimento é a Fundação Procon e não o Procon de Mogi Guaçu”, esclareceu Silva.

Previous post

Após reforma, unidade de saúde abrirá em maio

Next post

Emendas impositivas para HM e Santa Casa serão repassadas