Home»Caderno Multi»Arroz e feijão: a dupla perfeita no prato dos brasileiros

Arroz e feijão: a dupla perfeita no prato dos brasileiros

0
Shares
Pinterest WhatsApp

Não há como negar, o arroz e feijão é a dupla de sucesso no cardápio dos brasileiros. Tanto que a nutricionista Josiele da Rosa Souza enfatiza que somos um povo privilegiado por ter estes dois tão presentes na alimentação. E um complementa o outro não apenas pela questão do sabor, mas também do ponto de vista nutricional. “O arroz é pobre em aminoácido, o feijão é rico em aminoácido. Um completa o que o outro não tem”, justifica.

Além disso, a metiolina é mais presente no arroz que tem menos lisina, enquanto o feijão tem mais lisina e menos metionina. Ambos são aminoácidos que o nosso organismo não produz. Tudo garantido no prato de arroz e feijão. Isso sem falar em outros nutrientes, como lembra a nutricionista, são eles: potássio, ferro e fósforo, no caso do feijão; e as vitaminas do complexo B presentes no arroz que também é fonte de carboidrato.

Josiele comenta que estas dupla pode – e deve – ser incrementada com verduras e legumes e, se possível com ovos que têm alto valor biológico ou carne de qualidade que entende-se sendo as mais magras, especialmente o peixe (rico e ômega 3). Mas, é claro, que pode ser frango (cozido, assado ou grelhado) e os cortes magros de carne de vaca ou até mesmo de porco. “As carnes magras são as melhores porque não têm excesso e gordura intracelular”, observa.

Ainda sobre o arroz e feijão, a nutricionista comenta que o consumo diário não engorda desde que consumido em quantidade adequada, ou seja, o equilíbrio no consumo é o que faz a diferença. “Isso quando falamos do feijão cozido sem adicionar nada. A questão é que muitas pessoas gostam de refogar o feijão com bacon”, exemplifica. Outro ponto importante, quando se pensa na balança, é saber diferenciar ansiedade de fome. “Fome é quando o estômago grita, ansiedade é quando nos satisfazemos com qualquer coisa”, acentua.

Questionada sobre a colocação que muitos fazem de que o feijão preto é mais saudável que os demais, a nutricionista explica que por causa da cor escura, o grão é mais rico em antioxidante.

Previous post

Feira Livre: MP instaura inquérito sobre mudança de área

Next post

Editorial: Problemas à vista