Home»Cidade»Aulas presenciais seguem suspensas e município se adequa

Aulas presenciais seguem suspensas e município se adequa

O período de férias e recesso terminou dia 15, quando diretoras e coordenadoras retornaram às atividades

0
Shares
Pinterest WhatsApp

Terminadas as férias escolares, que foram antecipadas por conta da pandemia do novo coronavírus, a Secretaria Municipal de Educação se adequa à nova rotina. As decisões de como será feita esta retomada às aulas foram definidas, mas precisam contar com o apoio e compreensão dos pais de alunos. Não haverá aulas online, mas a oferta de atividades que estarão disponibilizadas no site da Prefeitura para alunos da educação infantil, 1º ao 5º anos do ensino fundamental I e do 6º ao 9º anos do ensino fundamental II.

O período de férias e recesso terminou dia 15, quando diretoras e coordenadoras retornaram às atividades. Os últimos dois dias foram de reuniões com estas profissionais – divididas em equipes – para traçar o trabalho de volta às aulas. Foi definido que estas profissionais retornam às Emefs (Escolas Municipais de Ensino Fundamental) na próxima quarta-feira (22), mantendo o funcionamento as segundas, quartas e sextas-feiras, conforme decreto municipal.

O supervisor de ensino da Educação, Paulo Paliari esclareceu que as atividades do 1º ao 5º anos serão voltadas à alfabetização, enquanto os alunos do 6º ao 9º anos receberão desafios semanais. “Trabalhos interdisciplinares que envolvem leitura, pesquisa e, ao final destes desafios, os alunos têm uma produção a ser realizada”, explica. Portanto, não serão aulas online, mas conteúdo disponibilizado pela página da Prefeitura (internet), sendo que as equipes de cada escola acompanharão se este material está chegando aos alunos. Com isto, a partir desta análise, é possível que este material também seja enviado por WhatsApp ou e-mail.

O material será disponibilizado a partir do dia 27 e está sendo elaborado semanalmente porque as ações da Pasta também podem mudar, caso haja alguma determinação do Governo do Estado. “Neste momento, o que a gente quer é que o aluno não perca o contato com o estudo, através das pesquisas e leituras. A recuperação de conteúdo e as avaliações serão definidas quando retornarmos às aulas presenciais”, pontua Paulo. Ele pede o apoio e a compreensão dos pais. Caso alguma família tenha dificuldade de acesso ao material que será disponibilizado em PDF e pode ser aberto em smartphones ou computadores, os pais devem manter contato com a escola para que sejam disponibilizados estes roteiros impressos.

 

SUPERIOR

O Ministério da Educação (MEC) prorrogou por mais 30 dias a autorização para que instituições de educação superior de todo o país substituam suas disciplinas presenciais em andamento por aulas que utilizem meios e tecnologias de informação e comunicação.

A autorização foi publicada quinta-feira (16). A medida atende ao pedido feito pelo Fórum das Entidades Representativas do Ensino Superior, em ofício enviado ao ministro da Educação, Abraham Weintraub, no último dia 7 de abril.

Previous post

Editorial: Remédio amargo

Next post

Avança construção da ciclovia em canteiro