Home»Cidade»Aulas serão suspensas de forma gradual a partir de segunda

Aulas serão suspensas de forma gradual a partir de segunda

Prefeito de Mogi Guaçu assinou decreto neste sábado

0
Shares
Pinterest WhatsApp

Uma reunião entre o prefeito Walter Caveanha (PTB) e secretários municipais foi realizada na manhã deste sábado (14), no Gabinete, a fim de decidir sobre a suspensão das aulas e outros eventos da Prefeitura por conta da pandemia provocada pelo novo coronavírus.  O chefe do Executivo assinou um decreto que dispõe sobre a adoção, em âmbito municipal, de medidas temporárias e emergenciais de prevenção de contágio pelo Covid-19.

A Secretaria Municipal de Educação irá seguir o cronograma adotado pelo Governo do Estado de São Paulo e as aulas serão suspensas no município de forma gradativa já a partir da próxima segunda-feira (16). Pelo cronograma, a suspensão completa irá ocorrer a partir do dia 23 de março. A decisão afeta toda a rede municipal, inclusive as creches. Mas, nesse caso, a paralisação das creches irá ocorrer a partir do dia 23.

Assim como irá ocorrer em âmbito estadual, a partir de segunda-feira, as escolas municipais continuarão abertas com atividades e orientação para alunos e as faltas de alunos serão abonadas. A suspensão de forma gradual irá ocorrer para que as famílias se organizem.

Caveanha também decidiu suspender todos os eventos realizados no município e estão nesta lista o desfile de aniversário da cidade, em 9 de abril, e demais atividades que seriam realizadas por conta da data especial, assim como os eventos agendados  no Centro Cultural. Além  disso, todas as atividades e serviços da Secretaria de Promoção Social, como cursos, estão suspensos. As atividades da Emia (Escola Municipal de Iniciação Artística) também não serão realizadas neste período emergencial.

O prefeito também recomendou a suspensão da ExpoGuaçu, marcada para abril, mas uma decisão final sobre o assunto será do diretor da Sâmor, Celso de Souza. À Gazeta, ele disse que analisa a situação e que deve se pronunciar no início da próxima semana.

Caveanha assinou decreto após discutir o assunto com os secretários de Saúde, Educação, Promoção Social e Cultura, e Comunicação Social. A suspensão das atividades irá seguir cronograma sugerido pelo Ministério da Saúde e Governo do Estado.

Mogi Mirim

Em Mogi Mirim, o prefeito Carlos Nelson Bueno (PSDB) determinou o cancelamento e o adiamento de todos os eventos públicos que apresentem grande aglomeração de pessoas. O primeiro deles foi a abertura do JOMM (Jogos Municipais de Mogi Mirim) que aconteceria hoje (14) pela manhã, no Ginásio do Tucurão, com previsão de reunir cerca de 500 pessoas.

As aulas da rede municipal estão mantidas na cidade vizinha e nesta segunda-feira (16) será realizada uma reunião com todos os diretores da unidades educacionais municipais e equipe da Vigilância em Saúde para definir como será o calendário nos próximos dias.

Em Mogi Mirim foi criada uma Comissão de Contingenciamento para definir ações para atender possíveis contaminados pelo Covid-19, entre elas, áreas de isolamento para pacientes com síndromes gripais. Na cidade há 5 casos suspeitos da doença.

 

Previous post

Editorial: Redobrar os cuidados

Next post

Corug garante 1º lugar por equipes em Muzambinho