Home»Cidade»Bolas feitas de PET são retiradas por servir de criadouro

Bolas feitas de PET são retiradas por servir de criadouro

Fiscalização foi feita pela equipe do Pecd (Programa de Epidemiologia e Controle de Doenças)

0
Shares
Pinterest WhatsApp

A equipe da SOV (Secretaria de Obras e Serviços) retirou na manhã de ontem (20) alguns enfeites usados na decoração do Natal Luz, no Parque dos Ingás. A medida foi tomada após a equipe do Pecd (Programa de Epidemiologia e Controle de Doenças) da Secretaria Municipal de Saúde constatar que os objetos apresentavam todas as condições para servir de criadouro ao mosquito Aedes aegypti, o transmissor da dengue. A equipe foi acionada ao local pela fiscalização da Saama (Secretaria de Agricultura, Abastecimento e Meio Ambiente).

A maioria das bolas feitas de garrafas PET estava com água parada. Elas estavam penduradas ao longo da extensão de um cordão luminoso. Retirados os adornos, o cordão seria recolocado. A mesma possibilidade de armazenamento de água foi observada em outros objetos de decoração também feitos de garrafas PET, por exemplo, o presépio.

A equipe do Pecd, com auxílio da Bump, empresa prestadora de serviço, constatou água parada também em partes ocas dos troncos de algumas árvores, onde foi aplicado silicone líquido. Segundo a bióloga do Pecd, Cristiana Folchetti Monteiro Ferraz, o produto forma uma película sobre a água e que mata as larvas. “Recebemos este material para teste e tem apresentado resultado positivo”. Ela explicou que não aplicaria multa à Prefeitura porque houve disponibilidade de retirar os enfeites, eliminando os criadouros.

Por sua vez, o fiscal da Saama Cleófas Viana explicou ter recebido três queixas sobre a situação na noite de quinta-feira (19). “Temos que ter um Natal de luz e não de trevas. Tem que eliminar o problema e ter cuidado da próxima vez ou furar os enfeites que podem acumular água”, pontuou.

Mudança

“Havia água em alguns enfeites em formato de “bola”, pendurados em cordões de luz – foi uma das novidades deste ano. Esse material não será mais usado”, justificou a Secretaria de Comunicação Social. Foi pontuado ainda que os demais enfeites foram perfurados adequadamente para não acumularem água. “Este tipo de material será adequado para estas condições na próxima edição do Natal Luz”.

Previous post

Duais traz ao palco: “O Rei do Show”

Next post

Natal: Nascimento de Jesus é foco de data