Home»Cidade»Cerâmica Lanzi suspende atividades por 30 dias

Cerâmica Lanzi suspende atividades por 30 dias

Justificativa é de que a suspensão é necessária em virtude de renegociação com os fornecedores de matéria-prima

0
Shares
Pinterest WhatsApp

Está suspenso até o dia 17 de janeiro de 2020 o trabalho de todos os setores da Cerâmica Lanzi. A decisão foi transmitida por meio de cartaz afixado na portaria da empresa na última terça-feira (17). Portanto, a suspensão das atividades se dará pelo período de um mês. E, segundo o comunicado, sem prejuízo de remuneração.

A justificativa da empresa é de que a suspensão é necessária em virtude de renegociação com os fornecedores de matéria-prima, como gás e eletricidade, bem como renegociação com os principais clientes. A Cerâmica Lanzi considerou ainda que tais clientes também suspenderão as operações por ocasião dos feriados de final de ano.

Vale lembrar que há mais de 15 dias os funcionários não estão trabalhando porque a empresa havia interrompido a produção.  A Gazeta tentou contato com a diretoria da empresa, mas não obteve retorno.

O presidente do Sindicato da Construção, Mobiliário e Cerâmica, Paulo de Tarso Ferreira, disse que, desta vez, foi chamado à empresa para que tivesse conhecimento da decisão. “Eu cobrei a liberação de pagamento para os funcionários e ficaram de verificar o que poderia ser feito. Mas, infelizmente, não deram qualquer garantia”, disse.

Ele comenta ainda que o termo “trabalho suspenso” levou até mesmo alguns funcionários a acreditarem que a empresa estaria encerrando o contrato de trabalho. Segundo o sindicalista, não resta alternativa aos funcionários senão a de aguardar, porém sabe que todos estão enfrentando situação financeira complicada, sendo que alguns estão até mesmo sendo despejados pela falta de pagamento do aluguel. “Caso algum funcionário consiga emprego neste período, ele pode comparecer ao sindicato para pedir a baixa na carteira e ingressar o processo”, explica Paulo.

Os funcionários estão com salários atrasados, assim como os demais direitos trabalhistas: férias, 13º e PLR (Participação nos Lucros e Resultados).

Previous post

Mogi Guaçu registra 12 assassinatos em 2019

Next post

Artigo: Tudo novo no ano novo!