Home»Cidade»Chuva colocará fim a 45 dias de estiagem

Chuva colocará fim a 45 dias de estiagem

Previsão é de chuva já para este domingo (16), associada a temperaturas mais amenas e menor amplitude térmica

0
Shares
Pinterest WhatsApp

Faz 46 dias que praticamente não chove. Isto porque, o mês de julho terminou com volume de chuva de apenas 6,30 mm, segundo dados apontados no índice pluviométrico da ETA (Estação de Tratamento de Água) do Samae (Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto). O fim deste período de estiagem é previsto para este final de semana com templo nublado que deve trazer também a chuva a partir deste domingo (16). A previsão é do Cepagri (Centro de Pesquisas Meteorológicas e Climáticas Aplicadas à Agricultura) de Campinas.

Neste sábado (15), a condição é de céu parcialmente nublado a nublado, e temperaturas entre 20 e 30ºC. A tendência para o domingo é de um aumento na cobertura de nuvens baixas, com aspecto mais escuro, e há chances de chuva entre a tarde e a noite. Os indicativos para a próxima semana são de chuvas volumosas e recorrentes. As temperaturas estarão mais amenas e com amplitude térmica baixa, ou seja, pouca diferença entre as máximas e as mínimas diárias.

Os dados da ETA apontam que até o final de junho, o acumulado de chuva foi de 762,70 mm. E mostra ainda que o mês de julho, com apenas 6,30 mm, não foi o mês com menor volume de chuva. Isto porque, em abril, choveu apenas 1,30 mm. Em seguida, maio foi o mês com menor volume (21,90mm) seguido de junho com 33,20 mm. Como é de se esperar, os três primeiros meses do ano foram os que registraram maior volume: 223,50 mm (janeiro), 360,70 mm (fevereiro) e 122,10 mm (março).

Ano passado, neste mesmo período, ou seja, seis meses, o volume acumulado de chuva foi ainda menor: 736,50 mm, sendo que o mês de julho registrou 26,70 mm e agosto 15,30 mm. O menor volume de chuva do ano foi registrado em junho, com 11,80 mm. O total acumulado nos 12 meses de 2019 chegou a 1.364,90 mm. O índice pluviométrico apontado pela ETA permite observar que, nos últimos 10 anos, o menor volume de chuva acumulado em 12 meses foi registrado em 2014 com 915,10 mm. Enquanto o maior volume acumulado em 12 meses foi observado em 2013 com 1.587,30 mm.

 

Confira abaixo na tabela os dados dos últimos 10 anos:

 

2020: 762,70 mm (até 13 de agosto)

2019: 1.364,90 mm

2018: 1.151,40 mm

2017: 1.229,80mm

2016: 1.391,30mm

2015: 1.294,50mm

2014; 915,10 mm

2013: 1.587,30mm

2012: 1.325,00 mm

2011: 1.252,00

Previous post

Tome Nota da edição de sábado, dia 15

Next post

Editorial: A corrida começou