Home»Cidade»Clientes sem máscara vão render multa a comerciantes

Clientes sem máscara vão render multa a comerciantes

Vigilância Sanitária e GCM fiscalizam nova regra que prevê multa de R$ 276 a R$ 276 mil a desobedientes

0
Shares
Pinterest WhatsApp

Na última quinta-feira (7), o uso de máscara em todos os locais públicos e estabelecimentos comerciais do Estado de São Paulo passou a ser obrigatório. A determinação consta do decreto estadual que estabelece medidas de enfrentamento ao novo coronavírus. Por conta da decisão do Estado, o prefeito Walter Caveanha (PTB) também editou decreto. Com isso, a partir de agora, toda pessoa que for sair de casa deve usar máscara.

Os donos de estabelecimentos comerciais considerados essenciais, como mercados, supermercados, padarias, farmácias, agropecuárias, bancos e lotéricas, por exemplo, devem ficar atentos a nova medida. Isso porque, cabe a eles a missão de proibir a entrada de clientes sem máscaras em seus comércios. O decreto municipal que torna obrigatório o uso de máscara prevê multa que vai de R$ 276 a R$ 276 mil para quem descumprir a regra. Em Mogi Guaçu, as fiscalizações estão sendo feitas pela Guarda Civil Municipal e pela Visa (Vigilância Sanitária).

Para os estabelecimentos comerciais, a coordenadora da Visa, Vivian Delalibera de Souza Custódio, alertou que não haverá mais notificação, já que todos foram devidamente orientados quanto à nova regra. “Se for constatado algum funcionário ou consumidor dentro do estabelecimento sem o uso da máscara, nós já vamos aplicar de imediato o auto de infração”, completou Vivian.

Ela esclareceu que o valor da multa será definido de acordo com alguns critérios, como porte da empresa, quantidade de pessoas sem máscara e outras irregularidades sanitárias. Um dia antes da obrigatoriedade, na quarta-feira (6), uma equipe da Vigilância Sanitária do Estado, do grupo de Vigilância Sanitária XXVI, de São João da Boa Vista, esteve em Mogi Guaçu para verificar o cumprimento dos decretos estadual e municipal.  Em conjunto com a Visa, os técnicos fizeram inspeções em hotéis e no comércio e orientaram os proprietários a não permitir a entrada de clientes em seus estabelecimentos sem a máscara.

Previous post

Cemitérios estarão abertos, mas não haverá venda de flores

Next post

GCM realiza bloqueios educativos no trânsito