Home»Cidade»Covid-19: Guaçu pode ter pico a partir do dia 20

Covid-19: Guaçu pode ter pico a partir do dia 20

Secretária de Saúde, Clara Carvalho, tem demostrado preocupação com o aumento de pessoas pelas ruas da cidade

0
Shares
Pinterest WhatsApp

O isolamento social voltou a ser reforçado como a principal arma no combate à pandemia do novo coronavírus. A medida é eficiente para evitar os picos de casos, situação que pode gerar o colapso do atendimento de saúde. A explicação detalhada desta necessidade foi dada pela secretária Municipal de Saúde, Clara Alice Franco de Almeida Carvalho, e pela médica Sandra Maciel, durante a transmissão on line que tem sido realizada diariamente, às 18 horas.

“Se São Paulo está na curva ascendente calculamos que sem isolamento correto teremos muitos casos mais tarde. Os positivos de hoje (sexta), em São Paulo, se contaminaram 15 dias atrás. Será que quem está passeando tem ideia que daqui a 15 dias pode estar positivo?”, questionou Clara lembrando que, sem isolamento social, o pico deve ocorrer em 20 de abril. “Fiquem em casa, por favor”, reforça. A secretária atentou ainda que quanto menos contaminados, menos casos graves teremos.

Para reforçar a importância do isolamento, carro de som acompanhado da GCM (Guarda Civil Municipal) está circulando nos locais com aglomeração, por exemplo, o Campo da Brahma, no Parque Cidade Nova. Pede-se ainda que as saídas para compras essenciais sejam breves e feitas quando extremamente necessário.

De acordo com o novo boletim, o município soma 44 notificações, 34 suspeitos, um caso positivo, nove negativos e 13 internados, sendo três em UTI. Importante lembrar que, quinta-feira (2), o óbito divulgado, como sendo a primeira morte suspeita do novo coronavírus, uma idosa de 80 anos, internada pela família na mesma data, testou negativo. Assim, Mogi Guaçu segue com dois óbitos suspeitos.

 

Mogi Mirim

A Vigilância em Saúde de Mogi Mirim notificou mais dois casos suspeitos de contágio por coronavírus, conforme os dados divulgados na tarde de ontem (3). Uma mulher de 47 anos está na UTI da Santa Casa, enquanto um homem de 52 anos está na UTI do Hospital Madre Theodora, em Campinas.

Houve ainda mais um resultado de exame considerado negativo para o coronavírus, o que eleva para 10 a quantidade de casos descartados. No total, o município passa a contabilizar 40 casos suspeitos. A cidade permanece sem registro de casos confirmados de Covid-19 e há uma morte suspeita em investigação.

 

Estiba Gerbi

Foi negativo o resultado do exame realizado no segundo caso suspeito de coronavírus realizado em paciente (35 anos) de Estiva Gerbi. Mas a Secretaria Municipal de Saúde notificou ontem mais um caso suspeito. Também trata-se de um paciente de 35 anos que está internado em isolamento na Santa Casa de Mogi Guaçu.

 

Itapira

Já a Prefeitura de Itapira confirmou o 4º caso confirmado de Covid-19. Trata-se de uma mulher de 76 anos que está internada. Foram feitas até esta sexta-feira 39 notificações, sendo 22 casos suspeitos com quatro exames negativados.

Previous post

Artigo: SP se une contra a pandemia

Next post

Mogi: Prefeitura abre ambulatório para atender síndromes gripais