Home»Caderno Multi»Dia dos Pais: Publicitário se tornou pai em plena pandemia

Dia dos Pais: Publicitário se tornou pai em plena pandemia

0
Shares
Pinterest WhatsApp

Tudo o que um pai quer é estar com seu filho, certo? Agora, imagina quando se é pai de primeira viagem? De acordo com o publicitário Alberto Spoljarick Neto, de 28 anos, o sentimento de quem se torna pai é querer estar ao lado do filho 24 horas por dia, e ele sabe muito bem do que está falando. Isso porque, há um mês e dezesseis dias nasceu sua primeira filha, Helena, fruto de seu casamento com a esposa Jéssica.

O publicitário compartilhou que o casal viveu momentos incríveis com a gestação de Helena e, ao mesmo tempo, de insegurança, já que a filha chegaria em plena pandemia da Covid-19, o que causava algumas preocupações que com o tempo foram superadas com o acompanhamento médico e todos os cuidados que foram tomados para evitar a transmissão deles e da bebê quando ela chegasse ao mundo.

No final das contas, o parto de Jéssica correu bem e as 10h20 do último dia 23, Helena nasceu pesando 3kg160 gramas e medindo 47 centímetros.  Após vencer os medos por conta da Covid-19, o publicitário contou que ele e esposa ficaram em choque com a notícia de que a filha tinha um pequeno sopro no coração que foi fechado ainda na primeira semana de vida dela após um tratamento feito com medicação.

Já em casa, o casal passou a viver outro desafio imposto pela pandemia. “Infelizmente, a Helena está sendo privada de receber a visita de familiares e amigos, privada de ter todo aquele carinho e isso corta muito o nosso coração”, pontuou Alberto.

Duas semanas após o nascimento da filha, o publicitário que trabalha na Acimg (Associação Comercial e Industrial de Mogi Guaçu) passou a trabalhar no sistema home office, o que deu a ele a possibilidade de acompanhar mais de perto os primeiros dias de vida da filha. “Eu passei a entender melhor as necessidades da Helena e vi como a mãe precisa de apoio porque o fardo maior é da mulher. A gente pensa que é fácil ter um bebê, mas não é não”, afirmou o publicitário.

Para Alberto, se tornar pai é uma sensação mágica e a quarentena o fez perceber que os pais precisam ter mais tempo com seus filhos recém-nascidos, já que para ele, o primeiro mês é o mais difícil por conta da adaptação. Apesar de toda a mudança e da pandemia, Neto disse estar muito feliz pelo presente que ganhou de Deus e afirmou que para ele e a esposa Jéssica 2020 passou a ser um ano especial graças à vinda da filha Helena. “Ser pai é uma experiência única, eu nunca vou me esquecer da emoção de receber ela em meu colo”, finalizou.

Previous post

Iluminação da ponte de ferro custará R$ 187 mil

Next post

PT e PSOL confirmam disputa ao Executivo