Home»Destaque na Home»Duas presas estão com suspeita da Covid-19

Duas presas estão com suspeita da Covid-19

As detentas com sintomas estão isoladas

0
Shares
Pinterest WhatsApp

A Secretaria da Administração Penitenciária (SAP) continua mantendo regras restritivas contra a propagação do novo coronavírus em todas as suas unidades do Estado de São Paulo. A mudança na rotina do sistema prisional paulista começou em março com a suspensão de saídas temporárias os quais presos do regime semiaberto têm direito. Nesta semana, a SAP informou à Gazeta que a penitenciária feminina de Mogi Guaçu opera com 58% de sua capacidade, sendo que a ala de progressão, que é o local específico para abrigar detentas que cumprem o final da pena funciona com 131% de sua capacidade.

Até o momento, duas presas estão em isolamento com suspeita não confirmada da Covid-19. De acordo com a SAP, nos casos suspeitos entre as presas, a paciente é isolada e a Vigilância Epidemiológica local é contatada. Além disso, os servidores em contato com a paciente devem usar mecanismos de proteção padrão como máscaras e luvas descartáveis. Se confirmado o diagnóstico, além de continuar seguindo os procedimentos indicados, a presa será mantida em isolamento na enfermaria durante todo o período de tratamento. A SAP também informou que não há casos entre servidores na penitenciária feminina e que todas as presas, assim como todos os funcionários, usam máscara e álcool em gel.

Outras medidas que visam combater a propagação do novo coronavírus estão sendo tomadas na unidade como à suspensão de atividades coletivas, a intensificação da limpeza, a restrição da entrada de qualquer pessoa que não faça parte do corpo funcional da penitenciária, a ampliação na distribuição de produtos de higiene, álcool em gel e sabonete e distribuição de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs). Além disso, a SAP informou que foi determinada a quarentena para todos os presos que entram no sistema prisional e que um monitoramento é realizado nos grupos de risco.

Previous post

Nova travessia suportará o dobro da vazão

Next post

Vias marginais serão liberadas ao tráfego