Home»Cidade»Greve dos Correios tem adesão de 30% da categoria na região

Greve dos Correios tem adesão de 30% da categoria na região

0
Shares
Pinterest WhatsApp

A Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas dos Correios e Similares decidiu deflagrar greve. O movimento teve início nesta terça-feira (18). Os grevistas são contra a privatização da estatal e reclamam direitos trabalhistas.

A alegação é de que desde o mês passado os sindicatos tentam dialogar com a direção dos Correios sobre estes pedidos, mas não obtém retorno. O  estopim para o movimento grevista foi a revogação do atual acordo coletivo que estaria em vigência até 2021.

O Sintect-Cas (Sindicato dos Trabalhadores em Correios de Campinas e Região) informou que a paralisação ocorre em todos os setores da área operacional da empresa.

Por ser considerado serviço essencial e em respeito às necessidades da população está sendo mantido um contingente mínimo de trabalhadores para garantir o atendimento dos serviços de urgência, principalmente os relacionados ao novo coronavírus, como coleta, entrega e distribuição de medicamentos e insumos.

Na região representada pelo Sintect-Cas, que compreende as cidades do Polo Têxtil de Americana, Região de Jundiaí, Circuito das Águas, Região Bragantina, Região Mogiana, Região de São Carlos, Região Piracicabana e Região de Indaiatuba, a adesão da categoria no primeiro dia de paralisação está em torno de 30%.

Aqui, em Mogi Guaçu, o Centro de Distribuição, localizado na Avenida Paulista, segue em atendimento.

De acordo com a assessoria de imprensa dos Correios, a paralisação parcial dos empregados dos Correios não afeta os serviços de atendimento da estatal.

Levantamento parcial, realizado na manhã de terça-feira (18), mostra que 83% do efetivo total dos Correios no Brasil está trabalhando regularmente.

A empresa já colocou em prática seu Plano de Continuidade de Negócios para minimizar os impactos à população. Medidas como o deslocamento de empregados administrativos para auxiliar na operação, remanejamento de veículos e a realização de mutirões estão sendo adotadas.

 

Previous post

Plantas ornamentais são furtadas de canteiros

Next post

Fase amarela: Estado autoriza funcionamento de estabelecimentos por 8 horas