Home»Destaque na Home»Grupo reclama de estrutura do ginásio do Camacho

Grupo reclama de estrutura do ginásio do Camacho

0
Shares
Pinterest WhatsApp

Realizar atividade física com periodicidade, principalmente para pessoas da Melhor Idade, além de trazer melhora nos afazeres do dia a dia, tem um impacto importante na saúde mental e física das pessoas.

Desta forma, o Grupo “Qualidade de Vida” pratica as modalidades de Lian Gong, Ginástica e Vôlei Adaptado há oito anos no Ginásio de Esportes “Alexandre Augusto Camacho”, mais conhecido como Camachão.

Mas as condições da cobertura da quadra do ginásio não favorecem as atividades físicas do grupo, principalmente na época de maior ocorrência de chuva. Nos últimos dias, quando a cidade teve um período de chuva intensa, a quadra sofreu alagamento, o que impediu a realização das atividades do grupo.

“Há oito anos fazemos atividade física lá. Sempre tivemos problemas com goteiras e a cada ano que passa a situação só piora, pois não é feita a manutenção adequada”, destaca uma integrante do grupo que preferiu não se identificar com medo de sofrer retaliações por parte da Administração Municipal.

Os alagamentos frequentes contaminam o piso da quadra que, com as infiltrações, começaram a deteriorar em vários pontos. “Devido às chuvas serem inúmeras e intensas, essa umidade passa para o assoalho da quadra causando infiltrações e este está se soltando em muitos pontos da quadra”, completa a integrante do “Qualidade de Vida”.

Se não bastasse os problemas do piso da quadra, outros pontos também foram apontados e desagradam os praticantes das atividades físicas no ginásio do Camacho. “O estado do prédio é precário como um todo.  Arquibancada com corrimão soltando podendo alguém cair e rolar escada abaixo. Banheiro com vazamento e vaso sanitário interditado há anos. Piscina desativada, mas que junta água a qualquer chuvinha virando criadouro de dengue”, enfatiza a integrante.

O grupo conta com aproximadamente 30 alunos e as atividades são proporcionadas pela Secretaria de Saúde. “O ginásio necessita de uma reforma geral. Até a rede da quadra oferece risco para nós, além da falta de ventilação, que quase mata nós de calor”, aponta a integrante.

A integrante ainda destaca que na última segunda-feira (13), as atividades foram desempenhadas nas escadas da arquibancada devido à inundação da quadra do ginásio. Em outras situações parecidas, as aulas foram canceladas por diversas vezes.

A Gazeta realizou diversas matérias sobre as condições precárias dos centros esportivos de Mogi Guaçu, na qual foram apontadas as falhas dos locais ao Poder Público. As respostas da Administração Municipal à reportagem sempre direcionaram que havia conhecimento dos problemas e que investimentos seriam realizados para corrigir as falhas. Mas, na prática, nada foi feito até o momento.

PREFEITURA

Em nota, a Secretaria de Obras e Viação, por meio da assessoria de imprensa da Prefeitura, informou que já foi realizado um orçamento da cobertura e do piso. Segundo a assessoria, a Secretaria de Esportes está agendando uma reunião para discutir medidas que serão tomadas para resolver a situação, mas que a obra dependerá de dotação orçamentária.

Previous post

Programa termina com cerca de R$ 30 mil em pagamento de dívidas

Next post

Ypê Amarelo: Chuva forte tem tirado sono de casal