Home»Destaque na Home»Judite, Elias e Ivens deixam seus cargos na Prefeitura

Judite, Elias e Ivens deixam seus cargos na Prefeitura

Judite, Elias e Ivens são filiados ao PTB e estão à disposição do partido para as eleições de outubro

0
Shares
Pinterest WhatsApp

O prefeito Walter Caveanha (PTB) aceitou os pedidos de demissão de três integrantes do primeiro escalão, nesta semana. A secretária de Segurança, Judite de Oliveira, foi a primeira a deixar o cargo, inclusive, sua exoneração já foi até publicada no jornal que traz os atos oficiais do município. Depois, saíram Elias Fernandes de Carvalho, que deixou o cargo de superintendente do Samae (Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto) e Ivens Chiarelli, que não é mais diretor do Cegep (Centro Guaçuano de Educação Profissional).

Elias e Ivens deixaram o cargo no dia 1º de abril, cumprindo, assim, o prazo de desincompatibilização. Por lei, secretários, diretores, presidentes e superintendentes que atuam na Administração Direita e Indireta, que pretendem concorrer nas eleições municipais, devem deixar as suas funções seis meses antes do pleito de outubro. Os três estão filiados ao PTB e afirmaram que estão à disposição do partido.

A delegada aposentada lembrou que, ao longo destes sete anos à frente da Secretaria de Segurança, esta é a segunda vez que pede exoneração para se candidatar a uma eleição. No entanto, ela afirmou que ainda não sabe qual a função irá se candidatar. “A princípio, estou saindo para ser pré-candidata a vereadora, mas não vou mentir que houve uma pesquisa no partido para o cargo de vice-prefeito e meu nome estava entre os três cotados”, esclareceu. Com isso, existe a possibilidade da ex-secretária de Segurança compor a chapa com Daniel Rossi, que é o pré-candidato do PL. “Estou colocando o meu nome à disposição do PTB”, ressaltou Judite.

Elias Fernandes de Carvalho estava no comando do Samae desde 2013 e destacou que o futuro político será definido pelo grupo que apoia a pré-candidatura do vice-prefeito. “Se for necessário ser candidato a alguma coisa já fico à disposição e sem o afastamento não tem jeito. Vou me colocar à disposição do grupo”, respondeu o ex-superintendente ao falar com a Gazeta sobre sua exoneração.

Elias destacou as diversas obras que estão em andamento e garantiu que todas serão entregues até o final do ano e que os investimentos no sistema de esgoto foi seu maior legado frente ao Samae. “Vamos estar entre os primeiros municípios do Brasil a tratar 100% o esgoto”, enfatizou ao lembrar que já foi vereador, vice-prefeito e segundo suplente de deputado federal.

O diretor do Cegep seguiu a mesma linha de Judite e Elias, que também está à disposição do PTB. “Na verdade, como tem o prazo tinha que sair. Vou deixar meu nome à disposição do grupo. Se acharem que devo voltar a disputar uma cadeira na Câmara, estarei à disposição, pois a ideia é somar”, comentou o ex-vereador que assumiu o cargo no Cegep em janeiro de 2017.

Ivens ressaltou que o cargo de diretor foi uma experiência nova e surpreendente. “Me surpreendi com esse trabalho de fazer gestão. Agimos em favor da coletividade e deixamos de fazer politicagem. Foi uma somatória de fatores e trabalho em equipe. A escola cresceu e fizemos um trabalho sério dando oportunidade aos alunos com valores acessíveis e com qualidade”, enfatizou ao comentar que o Cegep passou por uma estruturação física e pedagógica.

A Secretaria de Comunicação informou que o prefeito Walter Caveanha ainda não decidiu sobre os cargos vagos na Secretaria de Segurança, no Samae e no Cegep.

Previous post

PL e Cidadania passam a ter representatividade na Câmara

Next post

Saúde recebe doação de 300 máscaras com viseiras