Home»Caderno C»Livro de jornalista aborda ocupação irregular

Livro de jornalista aborda ocupação irregular

0
Shares
Pinterest WhatsApp

“Eterna Promessa – os caminhos tortuosos dos moradores do Parque das Laranjeiras” é tema do livro-reportagem do jornalista Flávio Magalhães. A obra traça um panorama completo sobre o loteamento irregular de 1 milhão m² localizado em Mogi Mirim. Lançado pela Editora Ixtlan, a obra é resultado do trabalho de TCC (Trabalho de Conclusão de Curso) para a Faculdade de Jornalismo PUC-Campinas.

O livro-reportagem relata o cotidiano de uma população marginalizada, condenada a um ciclo de miséria, que vive sem o mínimo de infraestrutura básica há mais de três décadas. “São histórias de guerreiros e guerreiras que batalham pelos seus diretos, cada qual com sua particularidade”, define o autor.

Flávio Magalhães
Flávio Magalhães

Para o processo de apuração do livro-reportagem, foram consultados diversos documentos oficiais de Mogi Mirim. O levantamento de informações incluiu ainda um exame das ações movidas pelo Ministério Público contra os loteadores do bairro. Uma entrevista com o promotor público local, Rogério Filócomo Júnior, acerca do tema, foi realizada. Claudio Rafacho, proprietário da Emprelotes, empresa que loteou o Laranjeiras, também deu sua versão dos fatos.

O livro-reportagem também pode ser encomendado diretamente com o autor. Os pedidos e reservas podem ser feitos através do e-mail flaviomagalhaes@outlook.com.

 

LANÇAMENTO

O livro-reportagem será lançado dia 12 de março, das 13 às 17 horas, no Projeto Maguila, no Parque das Laranjeiras. Na ocasião, além de uma tarde de autógrafos, a padaria da instituição estará em funcionamento, com direito a degustação e produtos saindo do forno de hora em hora. Para participar, é necessário adquirir o convite junto ao Projeto Maguila, que será beneficiado pela renda obtida no evento. Os convites custam R$ 10 e o livro será vendido por R$ 24,90.(Com informações enviadas pelo autor).

Previous post

Mogi Guaçu organiza novo manifesto

Next post

O dilema na hora de usar o cartão de crédito