Home»Caderno Multi»Mãe e filho contam com ajuda de professor “extra”

Mãe e filho contam com ajuda de professor “extra”

0
Shares
Pinterest WhatsApp

Com o filho Vinicius Gabriel, 9, matriculado no 4º ano do ensino fundamental I, Tânia Aparecida Ribeiro comentou que teve muita dificuldade para se adaptar à esta nova forma de educação escolar. “Ele ficava nervoso porque ainda não sabe ler e escrever e tem dificuldades de acompanhar”, comenta sobre o filho que é autista.

Quando viu que não estava conseguindo ajudar o filho, Tânia não pensou duas vezes em relatar as dificuldades à professora. E a melhor forma encontrada para auxiliar a família foi ofertar ao aluno outra educadora, a qual já o assistia uma vez por semana no contraturno da escola. Feito isso, Vinícius tem realizado as tarefas de forma mais tranquila. “Eu leio para ele, ele fala o que não entendeu. Quando não sei explicar, peço ajuda das professoras”, comenta a mãe. Os contatos são por WhatsApp.

Todos os dias, o aluno têm tarefas a serem cumpridas. Para a mãe, não há dúvidas de que o ensino presencial é muito melhor mesmo porque tem a questão do convívio com as outras crianças. Quando ocorrer o retorno das aulas presenciais, Tânia pretende voltar a cobrar da Educação a auxiliar de educação. À profissional cabe ajudar o aluno individualmente na sala de aula.

Previous post

Mogi Guaçu registra 5º óbito, mas caso é de outro município

Next post

Vereador flagra alimentos vencidos em escolas