Home»Caderno Multi»Médico fala sobre os cuidados com a saúde durante o inverno

Médico fala sobre os cuidados com a saúde durante o inverno

0
Shares
Pinterest WhatsApp

O otorrinolaringologista Thiago Zago fala dos cuidados com a saúde no inverno, especialmente daqueles que têm problemas respiratórios. Confira a entrevista na íntegra que, em tempo de pandemia, foi realizada por e-mail.

 

Quais cuidados com a saúde no inverno?

No inverno, existe um aumento no número de exacerbações ou complicações de doenças respiratória crônicas já existentes como a asma, enfisema pulmonar e rinite. Há também, um aumento do número de doenças infecciosas do sistema respiratório como gripes, resfriados, pneumonias, sinusites e otites. Os principais cuidados, de modo geral, são: tratamento rigoroso das doenças de base do paciente (asma, rinite), evitar aglomerações e ambientes fechados, higiene frequente das mãos e hidratação.

Quais as principais doenças neste período?

As principais doenças são ligadas ao sistema respiratório: gripes, resfriados, exacerbações de enfisema pulmonar, pneumonia, sinusites e otites.

A estação é mais perigosa para a Covid-19?

Sim, uma vez que nos períodos mais frios além de existir a maior ocorrência de doenças do sistema respiratório (infecciosas ou não), existe a maior tendência de aglomerações de pessoas em locais fechados e menos arejados. Dessa forma, há vários agravantes que podem facilitar a transmissão do vírus da Covid -19 em pacientes em fases de exacerbado ou de piora de doenças respiratórias já existentes.

 

Qual a diferença de gripe e resfriado?

O resfriado comum é uma doença viral que tende a ter um quadro mais brando com predominância de sintomas nasais (coriza, espirros, obstrução nasal). Já a gripe (também uma doença causada por uma variedade de vírus) é um quadro mais amplo, podendo causar além de sintomas nasais, dor de cabeça, dor no corpo, prostração, febre e tosse. É importante salientar que esses quadros virais podem apresentar complicações bacterianas como pneumonias, sinusites e otites.

Quando procurar atendimento médico?

É importante que os pacientes com doenças crônicas mantenham seu seguimento clínico adequado e o uso correto das medicações prescritas. Os sinais de alarme para procura de atendimento médico são: piora das doenças respiratórias já existentes, presença de febre persistente, tosse e principalmente falta de ar.

Quais os riscos da automedicação?

A automedicação além de apresentar possíveis efeitos colaterais, interação com medicações já de uso do pacientes, pode mascarar e retardar o diagnóstico e o tratamento precoce, fundamental em qualquer doença, principalmente na Covid-19.

A vacina antigripal é indicada para todos que têm problemas respiratórios?

Sim, a vacina é indicada para todos os paciente portadores de doenças crônicas do sistema respiratório, assim como pacientes portadores de outras patologias, imunossuprimidos, gestantes, crianças entre 6 meses e 6 anos de idade e profissionais da saúde, por exemplo.

 

Previous post

Tome Nota da edição de sábado, dia 20

Next post

Editorial: Apertou o cinto