Home»Cidade»Mogi Guaçu tem oito mortes por coronavírus

Mogi Guaçu tem oito mortes por coronavírus

Os confirmados já ultrapassam os 250 casos positivados e o alerta é com relação à taxa de ocupação dos leitos de UTI

0
Shares
Pinterest WhatsApp

Esta semana, o município confirmou mais dois óbitos em decorrência da Covid-19. O mais recente é o caso de uma enfermeira da Santa Casa, que veio a óbito nesta sexta-feira (12). Ela teve a doença confirmada há mais de uma semana e seu quadro se complicou nos últimos dias. Ela foi internada na Santa Casa e depois transferida para o Hospital São Francisco. Vale pontuar que a oitava morte não foi computada no boletim divulgado pela Secretaria de Saúde nesta sexta-feira. Provavelmente, a morte da enfermeira deve entrar no boletim que será divulgado neste sábado.

Já a sétima vítima, um homem, de 89 anos, estava internado e faleceu na última quinta-feira (11). Os casos da doença chegam a 253 e há ainda outros 49 suspeitos. Há 28 pacientes internados, sendo oito em UTI (Unidade de Terapia Intensiva). O avanço de casos preocupa a secretária municipal de Saúde, Clara Alice Franco de Almeida Carvalho, principalmente quando cresce o número de internações em UTI. Isto porque, o município disponibiliza 19 leitos pelos SUS. Ela voltou a pedir que a população respeite a quarentena e saia de casa apenas quando for extremamente necessário. “Não é porque o comércio está aberto que é preciso ir ao Centro”, comentou.

Esta semana, a assessoria de imprensa reforçou que a UPA (Unidade de Pronto Atendimento) do Jardim Santa Marta está preparada para atuar como hospital de campanha, em apoio ao Hospital Municipal “Dr. Tabajara Ramos”. No local foram criados 37 leitos, com possibilidade para ampliação de outros 10 leitos. Porém, o atendimento na UPA será realizado apenas se houver a saturação dos leitos existentes no HM.

A UPA do Jardim Novo continua apta a atender outras patologias, dentre elas casos suspeitos de dengue, tentando absorver a demanda de quem procura pelo Pronto Socorro do HM.

 

SANTA CASA

A Santa Casa continuará atendendo outras patologias, com reserva de leitos para gestantes e crianças enquadradas como casos suspeitos de coronavírus.

Previous post

Acusado de matar o sogro confessa crime

Next post

Moradores de rua são esfaqueados por colega