Home»Cidade»Nova travessia suportará o dobro da vazão

Nova travessia suportará o dobro da vazão

Em Martinho Prado, a empresa responsável iniciou a instalação das aduelas de concreto

0
Shares
Pinterest WhatsApp

As obras de construção da nova travessia na Vicinal Governador Almino Monteiro Álvares Afonso, que liga o distrito de Martinho Prado a Mogi Guaçu, estão em ritmo acelerado e a SOV (Secretaria de Obras e Viação) já está instalando aduelas de concreto no local.

O trabalho de reconstrução da passagem foi iniciado no dia 29 de junho e a previsão para a conclusão é de 90 dias, porém, a construtora afirma que conseguirá entregar a obra antes do prazo. A nova travessia suportará o dobro da vazão em comparação com a travessia que foi destruída. O recurso para a obra é dos cofres do Município e o valor é de R$ 405.001,43.

“São aduelas com 2,5 metros por 3 metros, 24 unidades, para dar cessão de 15 metros², o que vai triplicar a vazão naquele local. É uma obra importantíssima que vai resolver problema sério que existia ali”, comenta o secretário de Obras e Viação, Salvador Franceli.

O secretário adianta que, provavelmente dentro de 30 a 40 dias, a passagem seja liberada para tráfego. “E com atenuante maior ainda porque devemos suavizar aquela subida. Provavelmente vai sofrer processo de alteamento, em torno de 80 centímetros”, detalha.

A passagem foi destruída no dia 27 de fevereiro. Desde então, a estrada foi interditada e isso tem causado sérios transtornos para quem depende daquela ligação diariamente, principalmente o transporte coletivo, veículos da saúde e caminhões que escoam produção agrícola da região.

A SOV tentou implantar uma ponte móvel no local em parceria com o Exército, enquanto os trâmites jurídicos para a abertura do processo licitatório eram iniciados, mas não foi possível realizar esta ação.

A alternativa tem sido percorrer rotas alternativas, em um desvio próximo ao local da queda da passagem, e pelas rodovias SP-147 e SP-191, em Conchal, além da estrada rural da Chácaras Alvorada.

Previous post

Solidariedade se une com Podemos e Avante

Next post

Duas presas estão com suspeita da Covid-19