Home»Cidade»Pontes: autorizada obras na Brasil e Trabalhadores

Pontes: autorizada obras na Brasil e Trabalhadores

Serão investidos R$ 14,5 milhões dos R$ 29 milhões financiados pela Caixa, dentro do projeto de Mobilidade Urbana

0
Shares
Pinterest WhatsApp

Na última quarta-feira (22) foi assinada a ordem de serviço para a construção das pontes sobre o Rio Mogi Guaçu nas Avenidas Brasil e Trabalhadores. A partir disto, tem início a sondagem de solo, conforme explicou o secretário de Obras e Viação, Salvador Franceli, que prevê que dentro de 30 a 45 dias seja iniciado o processo de estaqueamento das cabeceiras das duas pontes. As obras serão concomitantes, ou seja, o prazo de conclusão é de 14 meses para as duas pontes.

Serão investidos R$ 14.506.334.72 dos R$ 29 milhões financiados pela Caixa Econômica Federal, dentro do projeto de Mobilidade Urbana, aprovado pelo Governo Federal em 2018. Os R$ 29 milhões deverão ser pagos em 240 meses, com carência de 24 meses para início da amortização. A assinatura da autorização para início das obras contou com a presença de representantes da empresa vencedora da licitação, a Trilha Engenharia Ltda., de Florianópolis (SC).

O projeto básico foi elaborado pela Prefeitura. A empresa contratada terá que executar o projeto executivo e construir as duas passagens sobre o Rio Mogi Guaçu. – uma de 90 metros, na Avenida dos Trabalhadores, e outra de 110 metros, na Avenida Brasil. As duas pontes serão construídas através do método de balanço sucessivo, com um sistema de concretagem no local, sem a necessidade de construção de pilares de apoio no leito do rio.

A empresa ficará responsável por todas as intervenções necessárias para a construção das duas pontes. Por sua vez, a Prefeitura contratou empresa para a fiscalização desta e das demais obras em andamento do projeto de Mobilidade Urbana. “É inegável a importância destas duas pontes para o município, que tem uma malha viária de 114 mil veículos e que priorizou, nesses últimos 40 anos, em políticas voltadas para o desenvolvimento sustentável e planejado. O projeto de Mobilidade Urbana é extraordinário sob diversos aspectos, mas principalmente pela geração de oportunidades”, afirmou o prefeito Walter Caveanha (PTB) em release enviado à imprensa. (Com informações da Secretaria de Comunicação Social).

 

 

Previous post

Editorial: Pressão sem flexibilização

Next post

Martinho Prado: custo inviabiliza execução de projeto