Home»Destaque na Home»Prefeito de Itapira é o primeiro a fechar o comércio

Prefeito de Itapira é o primeiro a fechar o comércio

Paganini participou de reunião com Secretaria de Saúde para discutir ações contra coronavírus

0
Shares
Pinterest WhatsApp

O prefeito de Itapira, José Natalino Paganini (PSDB), foi o primeiro que decretou estado de emergência após acompanhar o aumento do número de casos suspeitos em seu município. Por conta disso, ele assinou quatro decretos e eles definem diversas medidas emergenciais para combate ao coronavírus. “São medidas necessárias nesse momento. Mas volto a fazer o apelo para a população para que todos fiquem em casa e só saiam para assuntos extremamente necessários”, afirmou. Nesta sexta-feira (20), a Secretaria de Saúde informou 17 casos suspeitos, mas nenhum confirmado.

Entre os decretos assinados, está o que determina o fechamento do comércio e a medida já começou a valer nesta sexta-feira (20). Segundo o documento, o fechamento exclui, neste momento, farmácias, hipermercados, supermercados, mercados, feiras livres, lojas de conveniência, lojas de produtos agropecuários, padarias, restaurantes, lanchonetes e postos de combustíveis. Demais locais estão autorizados a fazer serviços administrativos e vendas por meio de aplicativos ou internet.

Outro decreto determina, a partir da próxima segunda-feira (23), o fechamento de todas as academias, centros esportivos, escolas de dança, natação, artes marciais, ou de qualquer outra atividade física que pressuponha a aglomeração de pessoas em locais fechados ou abertos no município. Já outro decreto suspende as internações de pacientes em clínicas psiquiátricas e institutos de longa permanência para tratamento de dependência química de substâncias psicoativas. O mesmo documento também determina, a partir de segunda-feira, o fechamento de consultórios odontológicos. São exceções os casos de urgência e emergência.

O cancelamento de cirurgias e exames eletivos nos hospitais públicos e privados do município também foi determinado pelo chefe do Executivo de Itapira. Todos os decretos foram publicados na edição desta sexta-feira do Jornal Oficial de Itapira.

Sobre o fechamento do comércio, as Prefeituras de Mogi Guaçu, Mogi Mirim e Estiva Gerbi optaram por seguir Itapira e também determinaram o fechamento a partir da próxima segunda-feira (23).

 

Estiva Gerbi

A Prefeita de Estiva Gerbi, Cláudia Botelho (MDB), também decretou situação de emergência. Ela tem participado de reuniões com seus secretários. O município não tem nenhum caso suspeito, mas tem reforçado todas as orientações de prevenção junto aos moradores, além de também decidir fechar o comércio e suspender as aulas. (JD com informações da assessoria de imprensa).

 

Previous post

Mogi Mirim terá Centro de Atendimento Respiratório

Next post

Cinemark e Cineflix fecham suas salas em Mogi Guaçu