Home»Cidade»Prefeitura muda projeto e mantém árvores

Prefeitura muda projeto e mantém árvores

Projeto base previa corte para construção de baias para ônibus; projeto executivo mantém ciclovia e pista de caminhada

0
Shares
Pinterest WhatsApp

Nenhuma das mais de 87 árvores do canteiro central da Avenida dos Trabalhadores será cortada. Todas estavam marcadas com tinta branca delimitando prováveis áreas para a construção de baias para a parada de ônibus. Tudo conforme estava descrito no projeto base, documento avaliado pelas empresas no processo de licitação da obra. Mas o projeto executivo suprimiu as baias e, portanto, as árvores serão mantidas e o canteiro central receberá apenas a ciclovia e a pista de caminhada.

“Como só em um ou dois lugares era possível fazer as baias, o prefeito decidiu que vai permanecer os abrigos já existentes”, justificou o secretário de Obras e Viação, Salvador Franceli. Ele argumenta que a marcação estava prevista no projeto base exatamente com a finalidade de que a equipe avaliasse a situação. Com isto, afirma que em nenhum momento se projetou o corte de tantas árvores. Ele atenta que o projeto base pode ser mudado com o decorrer da obra, ou seja, quando se está na fase executiva.

“Não haverá supressão de nenhuma árvore e os pontos de ônibus serão mantidos onde estão. Faremos a ciclovia e a pista de caminhada que serão construídas sem o corte de nenhuma árvore”, detalha Franceli salientando que não será prejudicada a qualidade do projeto.

Ele adianta que, como a Avenida dos Trabalhadores abrigou o antigo leito da Fepasa, os novos abrigos de ônibus serão feitos com os antigos trilhos da linha férrea. Sobre a alteração do projeto base, ele explica que quando há mudança existe supressão ou adição do valor, sendo que tudo isto é avaliado pela equipe.

A obra completa o projeto de mobilidade urbana traçado pela Administração Municipal, cujo investimento total previsto é de R$ 12,4 milhões.

Previous post

Grupo da Estação promoverá pré-carnaval

Next post

Editorial: Faltou informação, de novo