Home»Cidade»Prefeitura tem tecido para produzir 10 mil unidades, mas falta elástico

Prefeitura tem tecido para produzir 10 mil unidades, mas falta elástico

0
Shares
Pinterest WhatsApp

O Governo de São Paulo recomenda uso de máscaras pela população nos 645 municípios do Estado. O decreto foi publicado no Diário Oficial do Estado e faz parte de uma série de medidas adotadas para contenção da pandemia do coronavírus.
A finalidade é que a recomendação seja seguida pelas pessoas que, em caso de extrema necessidade, precisem sair das suas casas. Afinal, segue valendo as orientações quanto ao isolamento social.  A medida atende às recomendações da Organização Mundial de Saúde (OMS) e do Ministério da Saúde.

Os cidadãos de todo o Estado poderão utilizar máscaras caseiras, confeccionadas com tecido, para atender à nova recomendação. A utilização da proteção facial, associada à orientação de isolamento social, tem objetivo de reduzir os índices de contaminação entre a população.

Em Mogi Guaçu, antes mesmo do decreto, a Administração Municipal havia lançado campanha para doação de material e mão de obra para a confecção de máscaras. No entanto, apesar de haver tecido para confeccionar 10 mil unidades, há falta de elástico no mercado. Isto porque, a procura pelo produto aumentou exatamente em decorrência da confecção de máscaras.

Mas, a Prefeitura já doou parte das máscaras confeccionadas, cerca de 500 unidades, juntamente com os kits distribuídos aos carentes. A ideia para suprir a demanda das máscaras, enquanto falta elástico, é comprar algumas unidades. Com isto, a população carente conseguiria adequar-se quando precisar sair às ruas.

Previous post

Requerimento pede redução das mensalidades

Next post

Cloroquina também é utilizada em tratamento