Home»Cidade»Pública e Privada: aulas presenciais não serão retomadas

Pública e Privada: aulas presenciais não serão retomadas

Decisão consta de decreto municipal e considera dados técnicos, consulta à comunidade escolar e parecer do COE

0
Shares
Pinterest WhatsApp

As aulas presenciais nas escolas das redes pública e privada não serão retomadas neste ano. Tudo por conta da pandemia do novo coronavírus, que levou ao fechamento das escolas há seis meses. A decisão consta de decreto que foi publicado neste sábado (5) e tem por base dados técnicos, pesquisa junto à comunidade escolar e parecer do COE (Comitê de Operações Emergenciais em Saúde Pública). As atividades seguem a distância até o encerramento deste ano letivo. O reinício das atividades presenciais em 2021 depende de nova análise.

O comunicado sobre o decreto municipal em relação às aulas presenciais foi feito no início da tarde de ontem (4) pela assessoria de imprensa da Prefeitura. A justificativa é de que a medida, é claro, foi tomada em decorrência da pandemia do novo coronavírus e vai ao encontro das recomendações de respeito às normas sanitárias para que sejam evitadas aglomerações. Portanto, a decisão está respaldada em pareceres técnicos e em resolução do Governo do Estado, que levaram a Secretaria Municipal de Educação a realizar consulta à comunidade escolar sobre a possibilidade de retorno das aulas presenciais.

O supervisor de ensino, Paulo Paliari, comenta que, de fato, um levantamento preliminar da pesquisa apontou percentual superior a 80% dos entrevistados se posicionando pela postergação do retorno presencial das aulas e atividades escolares. “A pesquisa está em andamento, mas já nos mostrou esta grande rejeição pelo retorno das aulas presenciais”, comentou que este dado também foi enviado para avaliação do Conselho Municipal de Educação que, por unanimidade, se posicionou contra a retomada das aulas presenciais.  Posicionamento idêntico foi apontado pelo COE que discute assuntos relacionados à pandemia do novo coronavírus.

Paulo aponta que há amparo legal dos órgãos federais para manter as atividades de forma remota nas escolas municipais, estaduais e privadas. Com isto, ele comenta que a Pasta está estruturando plataforma deste ensino remoto pelo Google Classroom, especialmente para alunos do 6º ao 9º anos. “Cada escola caminha em um determinado time porque depende da característica de cada unidade. Damos o norte e cada escola se organiza. Mas estamos tendo apoio do setor de informática da Prefeitura”, comenta. Questionado sobre a volta às aulas em 2021, o supervisor de ensino foi categórico “fechamos o ano assim e pode ser que ainda comece assim”.

 

DECRETO

O decreto deste sábado suspende também os eventos e atividades públicas no âmbito municipal. E recomenda a suspensão de eventos e atividades em todo o município, ou seja, aquelas realizadas pelo setor privado.

No referente à Secretaria Municipal de Cultura, as peças teatrais, eventos culturais e exposições foram suspensos por tempo indeterminado, assim como as competições esportivas.

Previous post

Cláudia e Márcio repetem a dobradinha de 2016

Next post

Tome Nota da edição de sábado, dia 5