Home»Destaque na Home»Renovias diz que passarela não está prevista

Renovias diz que passarela não está prevista

0
Shares
Pinterest WhatsApp

A Renovias é a responsável pela SP-342 e, por isso, qualquer melhoria na via é de sua responsabilidade. Porém, segundo a assessoria de imprensa da concessionária, não há previsão de novas obras no local. “A Renovias informa que todos os investimentos previstos em seu plano de negócios já foram executados e que não há previsão de novas obras para o local”.

A Gazeta questionou a Renovias sobre os ofícios encaminhados aos vereadores nos quais a Artesp confirma a viabilidade da passarela. Porém, não houve retorno. Mas foi informado que qualquer mudança no contrato depende da Artesp.

A Agência dos Transportes, por sua vez, informou que irá realizar, juntamente com a Renovias, um estudo sobre o volume de travessias no local para avaliação de medidas a serem adotadas para melhoria na segurança dos pedestres.

Em 2017, a Renovias já havia respondido que a construção de uma passarela na SP-342 não estava nos planos, pois a melhoria solicitada não foi prevista no contrato de concessão. A concessionária informou que em três quilômetros da SP-342, trecho de Mogi Guaçu, há sete pontos de travessias (passarelas, passagens inferiores e superiores) com total segurança para os pedestres. “Isto é, a cada 400 metros há um ponto de travessia. As três passarelas existentes nesse trecho foram implantadas pela Renovias”, informaram à época.

A assessoria esclareceu que, em 2014, a concessionária investiu mais de R$ 1 milhão na implantação de barreiras altas de concreto do km 172+500 ao km 175+500. Também foi implantado telamento do km 175+500 ao km 177+300. Complementando os dispositivos de segurança nesse trecho, foi implantada no km 176+300 uma passagem de pedestres em nível, sinalizada, com defensas metálicas e iluminação a led alimentada por energia solar. “Para indicar a travessia segura nesse ponto, foram implantadas placas no bairro Pantanal, orientando aos pedestres”.

A principal recomendação da Renovias é que os pedestres e ciclistas devem necessariamente utilizar as ruas dos bairros para acessar esses pontos de travessia evitando transitar pelo acostamento e nunca pular as barreiras de concreto e telamento existentes no canteiro central.

Prefeitura

A Administração Municipal respondeu aos questionamentos feitos pela reportagem e afirmou que “foram elaborados projetos em institucional para a construção de posto de saúde e de uma escola. Para os dois casos serão necessários obter recursos (de programas estaduais e federais)”. Segundo a assessoria, apesar da distância, a inauguração de uma creche, de uma escola e a futura construção de um posto de saúde no Ypê Amarelo “atendem a esta demanda”.

A assessoria também informou que a creche do Pantanal está em vias de ser inaugurada, mas não mencionou data. Disse apenas que será “ainda neste primeiro semestre”.

Previous post

Moradores reforçam reivindicações em reunião com vereadores

Next post

Inscrições para Festival de Teatro terminam dia 27