Home»Cidade»Sem retorno da Administração Municipal, motoristas de van voltam a protestar

Sem retorno da Administração Municipal, motoristas de van voltam a protestar

0
Shares
Pinterest WhatsApp

A expectativa dos motoristas de vans que fazem o transporte dos alunos da rede pública era de que, a partir desta segunda-feira (1º), estivessem nas mãos com a rota do novo trabalho a ser desempenhado pela categoria. Isto porque, venceu o prazo solicitado pela Administração Municipal para cumprir com o pedido de atribuir a eles as entregas de cestas básicas. A tarefa seria desempenhada neste período de pandemia em que as aulas estão suspensas, assim como o repasse de recursos por parte do Governo Estadual.

Sem retorno da Administração Municipal, a categoria voltou a estacionar as vans nas vagas em volta da Prefeitura de onde só pretendem sair quando a Prefeitura definir a situação. A ideia do grupo, aliás, é de montar acampamento no local. E também de reforçar os pedidos de apoio junto à Câmara Municipal, indo à sessão desta segunda-feira (1º).

 

A Prefeitura havia colocado a possibilidade de os motoristas fazerem a entrega de cestas básicas ou o transporte dos beneficiados para a retirada de 5,2 mil kits que serão distribuídos pelas Secretarias de Promoção Social e Educação. A proposta estaria sendo analisada pela Secretaria de Negócios Jurídicos porque o pagamento aos motoristas seria feito com recursos próprios.

Através da assessoria de imprensa a Prefeitura informou que a Secretaria de Educação está finalizando a proposta. Assim como o Jurídico busca amparo legal para que estas empresas possam servir à Prefeitura neste momento. Não foi mencionado prazo, mas informado que esperam dar um retorno o quanto antes à categoria.

O motorista Israel Mosasi Elói Marcondes reforçou que a Prefeitura pediu um prazo e não cumpriu com a proposta junto à categoria. Por isso, voltaram a cobrar medidas porque a situação financeira está cada vez mais precária. E, portanto, a eles resta protestar.

 

 

Previous post

Atividades da SET permanecem suspensas

Next post

Assaltantes mortos: Policiais Militares são afastados