Home»Política»Sessão da Câmara acolhe veto e aprova o Dia Municipal dos Catadores

Sessão da Câmara acolhe veto e aprova o Dia Municipal dos Catadores

0
Shares
Pinterest WhatsApp

Embora não seja considerado feriado, o Carnaval é ponto facultativo e, pro isso, não houve expediente na Câmara Municipal de Mogi Guaçu, durante os dias da folia. Com isso, a sessão da Câmara Municipal que é sempre realizada nas noites de segunda-feira, foi transferida para esta quinta-feira (15). A sessão durou pouco mais de uma hora e meia e apenas duas pautas estavam na Ordem do Dia para serem votadas pelo plenário da Casa.

Primeiro foi votado o veto dado pelo prefeito Walter Caveanha (PTB) ao Projeto de Lei do vereador Jéferson Luís (PROS) que dispunha sobre a obrigatoriedade das agências bancárias e instituições financeiras localizadas em Mogi Guaçu instalarem equipamentos que inutilizassem as cédulas de moeda corrente depositadas no interior das máquinas em caso de tentativa de roubo. O veto foi acolhido pelos demais vereadores.

O vereador Jéferson Luís alegou que a medida visa proteger vigilantes, clientes e usuários das instituições financeiras que cotidianamente ficam sujeitos à violência e a crueldade de grupos de criminosos fortemente armados e portando explosivos de alta potência. Mas o prefeito Walter Caveanha justificou seu veto total dado ao Projeto de Lei explicando que é inconstitucional, na medida em que o assunto é de “defesa Civil” e, por isso, de competência privativa da União legislar sobre o caso.

Em seguida, os vereadores votaram e aprovaram por unanimidade o Projeto de Lei de autoria do vereador Rodrigo Falsetti (PTB), que institui em Mogi Guaçu a data de 10 de dezembro como sendo o Dia Municipal do Catador de Material Reciclável. O objetivo é divulgar a toda a sociedade guaçuana a importância dos profissionais que realizam a coleta seletiva, fazendo a separação e destinação dos materiais recicláveis. “É também uma homenagem singela a esses respeitáveis profissionais pelo trabalho que desenvolvem em favor da sociedade e do meio ambiente. Inclusive, eles merecem o reconhecimento e o investimento necessário por parte do Poder Público”, justificou Rodrigo.

A próxima sessão da Câmara Municipal de Mogi Guaçu será realizada na segunda-feira que vem (19), às 19 horas, e é aberta ao público.

Previous post

Corrida do Hospitalhaços terá edição no dia 25 de março

Next post

Horário de Verão: relógios devem ser atrasados em uma hora