Home»Política»Situação do Sindicato dos Metalúrgicos segue indefinida

Situação do Sindicato dos Metalúrgicos segue indefinida

2
Shares
Pinterest WhatsApp

Na audiência de hoje (17), à tarde, a Justiça do Trabalho concedeu o direito do Sindicato dos Metalúrgicos de Mogi Guaçu realizar novas eleições para a diretoria da entidade. No entanto, a decisão ainda não está valendo de imediato, porque ainda cabe recurso das chapas opositoras.

Neste caso, a Justiça do Trabalho concedeu 10 dias para que sejam apresentadas as respectivas defesas. A chapa opositora “Resgate”, liderada pelo ex-diretor do Sindicato dos Metalúrgicos, José Roberto de Souza; e a terceira chapa formada por integrantes da CUT (Central Única dos Trabalhadores) vão ter até o próximo dia 27 para apresentarem suas defesas junto ao processo.

Para o atual tesoureiro da entidade, Nelson da Silva Pessanha, a decisão da Justiça, embora não seja de validade imediata, já é uma vitória para a categoria. Ele ainda ressaltou que a entidade irá aguardar o tempo que for necessário para convocar novas eleições. “Estamos tranquilos e satisfeitos com esta primeira etapa do processo. Vamos aguardar até porque se as eleições internas forem feitas novamente ocorrerão apenas no início do ano que vem”, pontuou Pessanha.

A decisão de antecipar o pleito para eleger nova diretoria no Sindicato, que ocorreria somente no fim de 2018, foi tomada durante a assembleia realizada em agosto passado.
De acordo Pessanha, cerca de 90 associados participaram da assembleia naquela ocasião, sendo que todos os presentes optaram por uma nova eleição. Pessanha disse que a assembleia durou cerca de 10 minutos e 100% das pessoas que estiveram presentes optaram por eleger uma nova diretoria. “Foi um pedido dos próprios trabalhadores metalúrgicos”, frisou.

Caso haja novas eleições na entidade, por enquanto, apenas duas chapas vão concorrer aos cargos. Uma delas é a “Força Metalúrgica”, liderada pelo ex-presidente do Sindicato da categoria, Marçal Georges Damião. A outra chapa é a “Resgate”.

Previous post

Tome Nota da edição de terça, dia 17

Next post

Câmara aprova aumento no número de advogados do Samae