Home»Cidade»Sônia é a primeira mulher na presidência da Acimg

Sônia é a primeira mulher na presidência da Acimg

Campanha forte voltada ao fortalecimento do comércio de rua é uma das principais metas da nova diretoria

0
Shares
Pinterest WhatsApp

Aos 59 anos, Sônia Isabel Carinhato Zanuto, proprietária do Grupo Sônia, foi eleita presidente da Acimg (Associação Comercial e Industrial de Mogi Guaçu). Será a primeira mulher a assumir o posto e pretende voltar suas ações especialmente para o fortalecimento do comércio de rua. Tornar o Centro mais atrativo e mostrar aos guaçuanos que não é preciso viajar para fazer compras é parte das metas. A primeira mulher à frente da Acimg destaca que o comércio será o foco de sua gestão.

A nova diretoria assumirá o comando em um ano que deve ser iniciado com a crise herdada de 2015, mas este cenário não intimida Sônia. Ela atenta que esta situação não abrange apenas Mogi Guaçu e, sim, o país como um todo.

E diz que intimidar-se diante da crise não é uma boa alternativa. Há dois anos, segundo Sônia, o comércio de rua está sofrendo com lojas sendo fechadas diante da concorrência imposta pelos espaços em recintos fechados.

Eleição Associação Comercial Sônia“O comércio de rua de Mogi Guaçu é um dos melhores da região e está migrando, mas é algo que também está acontecendo na região. Temos de fazer uma campanha forte para que os guaçuanos comprem em Mogi Guaçu, porque temos preços competitivos”, argumenta a comerciante. Ela atenta que a área central precisa urgente de modernização, uma mudança impactante que atraia os lojistas e os consumidores, como área mais agradável com bancos, banheiros públicos, entre outras melhorias.

Para Sônia, a Acimg, agora, com a conclusão da sede própria, pode preparar um projeto neste sentido e inclusive discuti-lo com a Administração Municipal. “Com a sede 100% paga, temos de ajudar o comércio”, enfatiza. As campanhas de datas comemorativas como Dia das Mães, por exemplo, também ganharão reforço. A meta é que para onde o consumidor se dirija ele saiba da ação que está sendo realizada pela Acimg junto ao comércio.

Oferecer cursos profissionalizantes visando melhoria do atendimento prestado pelo comércio, assim como a indústria, também faz parte das 13 metas da nova diretoria. Oriunda do comércio, Sônia diz que tem a obrigação de fazer uma excelente gestão, em especial, junto ao comércio. “É um desafio grande, mas por isso aceitei. Não sou guaçuana, mas lido como tal”, enfatiza.

OUTRAS

Entre as 13 propostas listadas pela nova diretoria estão criar o conselho da mulher empresária, ampliar o quadro de associados abrangendo outros setores empresariais, ampliar o apoio às peças de teatro e shows culturais, entre outras.

EMPREENDEDORA

Sônia começou vendendo calçados em domicilio

Sônia á natural de Jaú (SP), a Capital do Calçado Feminino, e mudou-se para Mogi Guaçu porque o marido havia conseguido emprego em uma empresa da região. Habituada a trabalhar fora, porém com filhos pequenos, ela decidiu que começaria a vender calçados em domicílio. Como não conhecia muitas pessoas em Mogi Guaçu, oferecia os produtos para mães de amigos dos filhos e, aos poucos, outras pessoas tomaram conhecimento da nova vendedora.

Em Jaú, Sônia trabalhava no setor de vendas de uma fundição que tinha entre os principais clientes as cerâmicas Martini e Mogi Guaçu. Mas ela nunca havia estado na cidade. Com a mudança há quase 30 anos, a empresária diz que havia o desejo de trabalhar, mas não tinha noção do que poderia fazer até surgir a ideia da venda de calçados. “Eu era muito tímida e achava que não tinha dom”, conta.

Depois de um ano em Mogi Guaçu, Sônia começou a vender os calçados em domicílio. “Quando estava guardando a mercadoria no carro, as pessoas me perguntavam o que tinha e pediam para mostrar”, recorda. Com isto, Sônia começou a ter mais clientes e a vender calçados na casa em que morava no Parque Cidade Nova. Quando o negócio prosperou, mudou o estoque para uma edícula no Jardim Santo Antônio. Daí não parou de crescer e ela conseguiu comprar o terreno que abriga a matriz da empresa, ao lado da Avenida Clara Lanzi. “O destino estava traçado para eu mudar pra cá. Nem imaginava que teria uma avenida perto da loja”, conclui. Atualmente, é proprietária de sete lojas, sendo quatro de calçados e três de produtos esportivos. O Grupo Sônia tem 85 funcionários registrados e 15 freelance para os finais de semana. Para conduzir os negócios, Sônia conta com o marido José Horácio Romão Zanuto e os filhos Soraia e Rafael. Tudo indica que o legado seguirá para as mãos dos netos. Ela já tem o primeiro, Theo.

Eleição Associação Comercial Sônia

SEM BRANCOS E NULOS

Eleição atraiu 388 associados da Acimg

 

nova diretoria

A eleição da presidência da Acimg foi realizada na terça-feira (17), contou com a participação de 388 associados e não computou nenhum voto branco ou nulo. Este foi um diferencial da eleição, segundo apontou a presidente eleita, Sônia Isabel Carinhato Zanuto “Quem veio para a eleição veio para referendar o trabalho da atual diretoria e demonstrar apoio à nova chapa, mostrando a aprovação ao trabalho”, argumentou.

A nova diretoria comandará a Acimg pelos próximos três anos. A eleição aconteceu na nova sede e os votos foram apurados pelos contadores Renato José Albiero e Dênio Donati Orru. A diretoria conta com o empresário do ramo imobiliário e ex-presidente, José Rubens de Carvalho, o Rubinho, como 1º vice-presidente e Vanderlei Botter, como 2º vice-presidente.

O 1º tesoureiro será João de Salve Neto, o 2º tesoureiro, o atual presidente  Edson Bombo, a 1ª secretária, Marilda Ribeiro da Silva Barbosa e o 2º secretário, Carlos Eduardo Ferrari. O Conselho Consultivo é formado por 18 integrantes. A nova diretoria toma posse em janeiro de 2016 e encerra o mandato em dezembro de 2018.

 

Previous post

Homem morre após ser espancado

Next post

Parada do Orgulho LGBT será domingo, no Parque dos Ingás