Home»Caderno Multi»Testemunhas de Jeová não comemoram o Natal

Testemunhas de Jeová não comemoram o Natal

0
Shares
Pinterest WhatsApp

Embora as Testemunhas de Jeová respeitem os que desejam celebrar essa data, alguns fatos as levaram a não querer comemorar o Natal.  Por exemplo, a Bíblia não diz que os apóstolos e os primeiros discípulos de Jesus comemoravam o Natal. A Enciclopédia Barsa diz que “a festa do Natal foi instituída oficialmente pelo bispo romano Libério no ano 354 d.C.”, mais de duzentos anos depois que o último apóstolo morreu.

Outro fato é que não existem provas de que Jesus nasceu em 25 de dezembro; a data do nascimento dele nem mesmo foi registrada na Bíblia. A Nova Enciclopédia Católica diz: “A verdadeira data do nascimento de Cristo é desconhecida.”

As Testemunhas de Jeová acreditam que o Natal não é aprovado por Deus porque se origina de costumes e rituais pagãos. Além disso, elas entendem que Jesus mandou celebrar a sua morte, não seu nascimento. — Lucas 22:19, 20; 2 Coríntios 6:17.

As Testemunhas de Jeová acreditam muito em Jesus. Elas acreditam que a salvação só é possível por meio dele. Elas também reconhecem que é muito bom e traz muita alegria reunir-se com familiares e amigos e dar e receber presentes, mas preferem não deixar para fazer isso apenas em datas específicas. Ao contrário, fazem isso sempre que possível e de forma espontânea. Os pais Testemunhas de Jeová ficam felizes de dar presentes aos seus filhos em várias ocasiões no ano, não apenas em alguma data comemorativa.

Por fim, as Testemunhas de Jeová procuram manter a paz com os vizinhos e com todos durante o ano inteiro, e mostrar o amor ao próximo em todos os aspectos da sua vida, todos os dias, assim como acreditam que Jesus queria que as pessoas fizessem.

Para mais informações sobre as crenças das Testemunhas de Jeová, visite o site: JW.ORG.

(Sugestão de leitura adicional: http://www.jw.org/pt/testemunhas-de-jeova/perguntas-frequentes/por-que-naocomemoram-natal/  )

Previous post

Rômulo Coutinho lança e-book sobre desenho

Next post

Saidinha: Presos no semiaberto já foram liberados