Home»Opinião»Tome Nota da edição de sábado, dia 15

Tome Nota da edição de sábado, dia 15

0
Shares
Pinterest WhatsApp

Me atende

Representantes da Viação Santa Cruz estão tendo dificuldades em falar com o secretário de Obras e Viação, Salvador Franceli. Eles estão no aguardo da definição do reajuste da tarifa do transporte público. O jurídico da empresa está, inclusive, analisando o que pode ser feito, uma vez que o reajuste anual já deveria ter sido concedido em julho do ano passado. A Viação pediu tarifa de R$ 7,35, mas o Comutran (Conselho Municipal de Trânsito) chegou no valor de R$ 4,90. Porém, ainda é aguardada a decisão do prefeito Walter Caveanha (PTB).

 

Não tem

Por falar em transporte, a Viação Santa Cruz tem sido constantemente citada quando o assunto é o corredor de ônibus. O projeto terá bolsões/baias para parada dos veículos do lado esquerdo, mas a empresa não possui esse tipo de circular. Informou que está no aguardo da licitação, “pois não temos como investir sem antes tomar conhecimento dos termos da licitação”, respondeu ao ser questionada sobre as novas paradas de ônibus na Avenida Alíbio Caveanha. A Prefeitura não deu prazo, mas garantiu que “o novo contrato de concessão do transporte coletivo prevê ônibus com esse tipo de configuração para esta linha”.

 

Mais um?

Benedito Pereira Costa Júnior, conhecido como Coronel Costa, gravou mais um vídeo, nesta semana, para sua rede social. Agora, colocou seu nome à disposição para ser candidato a prefeito de Mogi Guaçu. No vídeo de menos de um minuto fez um breve resumo do seu currículo e falou sobre o grupo, sem citar nomes, que se alterna no poder. O pré-candidato não revela nem o partido pelo qual pretende lançar sua candidatura. Poderia ser o PRTB pelo que a Gazeta apurou, mas representantes da sigla na cidade não se manifestaram.

 

Reforço

A parceria entre o pré-candidato a prefeito Rodrigo Falsetti (PTB) e o ex-vice-prefeito Marçal Georges Damião (SD) é dada como certa. Nos bastidores, o comentário é de que eles conversaram essa semana e se acertaram. O presidente da Câmara teria sido o responsável por convencer Marçal de que o melhor para a cidade seria eles somarem forças e não dividir votos. Ainda não se sabe se a parceria significaria Marçal novamente como candidato a vice-prefeito. Mas é esperada uma entrevista dos dois juntos nos próximos dias.

Previous post

Vazão cai a e cidade sai do estado de atenção

Next post

1ª Divisão tem data de início: 15 de março