Home»Opinião»Tome Nota da edição de sábado, dia 25

Tome Nota da edição de sábado, dia 25

0
Shares
Pinterest WhatsApp

Silêncio

Os dias vão passando e, até o momento, não houve nenhuma movimentação para que o projeto que altera a lei do empréstimo dos R$ 29 milhões seja novamente analisado pela Câmara Municipal. A Caixa Econômica Federal deu prazo de 45 dias, que termina na segunda semana de agosto, para que a mudança seja feita e, assim, os recursos dos financiamentos liberados. Acontece que o prefeito Walter Caveanha (PTB) não tem maioria na Câmara e precisa de seis assinaturas para apresentar o projeto de lei novamente. Por sua vez, sua base parece bem apática e não tem mostrado traquejo com o problema.

 

CEI

A oposição, por sua vez, aguarda a apresentação do relatório da Comissão Especial de Inquérito pelo vereador Fábio Aparecido Luduvirge Fileti, o Fabinho (PSDB), a fim de decidir qual será o posicionamento com relação a essa nova análise do projeto de lei. O vereador disse que está fazendo os ajustes finais no relatório que aponta quais foram as falhas cometidas durante o processo entre o projeto de lei apresentado e a assinatura do contrato com a instituição financeira. Fabinho lembrou que está dentro do prazo para a apresentação do relatório final da CEI. Enquanto isso, as obras de mobilidade continuam paradas.

 

Reforço

O movimento da união de forças de oposição à atual Administração Municipal continua “de vento em popa”. Inicialmente, foi liderado pelo pré-candidato a prefeito pelo Podemos, professor Edson Domingues, e, agora, conta com a adesão do ex-vice-prefeito e sindicalista, Marçal Gerges Damião. O movimento continua crescendo no meio político guaçuano e a novidade da semana é que o partido Democratas é a mais nova sigla a dizer sim ao projeto, que tem divulgado que a principal meta é debater melhorias para Mogi Guaçu, além de colocar-se como crítico a atual Administração Municipal.

 

Atenção

Com todo o movimento necessário para esse início de pré-campanha, os futuros candidatos devem ficar atentos, pois esse ano contam com a pandemia do novo coronavírus. É sempre bom lembrar que as aglomerações estão proibidas. Nesta semana, um evento realizado pelo PRTB chamou a atenção pela quantidade de pessoas que reuniu no escritório político da sigla, no Jardim São José. Foi realizada uma reunião entre os pré-candidatos a vereador e apoiadores do grupo. Um munícipe que passava pela rua chegou a perguntar se ali funcionava uma igreja. Todo cuidado é pouco.

Previous post

Eleições 2020: PRTB apresenta chapa majoritária

Next post

Ponte de ferro ganhará 60 projetores de Led