Home»Opinião»Tome Nota da edição de sábado, dia 28

Tome Nota da edição de sábado, dia 28

0
Shares
Pinterest WhatsApp

Ajuda

Nesta sexta-feira (27), o presidente da Câmara, Rodrigo Falsetti (sem partido), fez a transferência de R$ 350 mil para a Prefeitura e pediu que o valor seja exclusivamente usado nas ações de combate ao coronavírus na cidade. A quantia é oriunda do saldo de duodécimo, que costumeiramente é devolvido aos cofres municipais no final de cada ano. “O momento é de união e a Câmara está dando sua contribuição ao município nesse momento de crise e de enfrentamento da doença”, comentou o presidente da Câmara.

 

Dúvidas

Por conta da pandemia, o Cartório Eleitoral também suspendeu os atendimentos presenciais e isso está sendo um complicador para os propensos candidatos a vereador. Tem muita gente interessada no pleito, mas que não fez o cadastro da biometria. Os grupos políticos estão em dúvida de que forma esse tipo de problema será resolvido. Já quem está em dia com a Justiça Eleitoral está optando pelos partidos e esse foi o caso da Neiva de Lima Ribeiro Jordão, a Neiva do Céu, que acabou de assinar sua filiação com o Podemos.

 

Baixa

E por falar em candidato, a secretária de Segurança, Judite de Oliveira, entregou seu pedido de exoneração ao prefeito Walter Caveanha (PTB), nesta sexta-feira (27). Ela fica no cargo até a próxima terça-feira (31) e depois já estará liberada para iniciar sua pré-campanha eleitoral. A delegada aposentada está filiada ao PTB e irá concorrer a uma vaga na Câmara, apesar que o nome de Judite também é cotado para dobrar na chapa liderada pelo vice-prefeito Daniel Rossi (PL). Porém, Judite tem confirmado o interesse pela disputa por uma cadeira na Câmara Municipal.

 

Ponte

A boa notícia da semana foi que o Exército estuda a implantação de ponte móvel na estrada de Martinho Prado Júnior. Oficiais do 2º Batalhão do Exército de Pindamonhangaba vão estar em Mogi Guaçu na próxima segunda-feira (30), para avaliar as condições do local. Existe a possibilidade de que uma ponte móvel seja instalada no trecho interditado da estrada que liga Mogi Guaçu ao Distrito de Martinho Prado. A ponte móvel será provisória até que a Prefeitura conclua licitação que prevê a construção de uma nova passagem no trecho que caiu no dia 27 de fevereiro.

Previous post

Acimg pede reabertura do comércio

Next post

Sessões da Câmara são suspensas e servidores dispensados