Home»Opinião»Tome Nota da edição de sábado, dia 5

Tome Nota da edição de sábado, dia 5

0
Shares
Pinterest WhatsApp

Mudanças

A semana foi de ajustes entre os diretórios municipais que irão disputar o pleito do dia 15 de novembro. E teve mudança. O PSD, que estava com o empresário Marcos Antonio, mudou de mãos e de lado. A direção estadual da sigla não concordou em dar apoio ao pré-candidato a prefeito Daniel Rossi (PL) e, por isso, trocou a direção do partido na cidade. A parceria já tinha sido anunciada, mas não foi suficiente para segurar o apoio. Agora, Antonio Carlos Bento Junior responde pelo diretório municipal do PSD e confirmou apoio a pré-candidatura a prefeito de Rodrigo Falsetti (Cidadania).

 

Silêncio

Um apoio esperado é o do ex-prefeito Hélio Miachon Bueno (MDB). Apesar de a sigla dele estar com o grupo do vice-prefeito Daniel Rossi, o ex-prefeito costuma seguir suas vontades sem se importar com a ideologia partidária. Aliados ao ex-prefeito estão sendo cobrados para saber quando ele sairá da toca para anunciar seu apoio nas eleições. O grupo liderado por Daniel Rossi diz que o apoio é esperado, uma vez que ele esteve ao lado do prefeito Walter Caveanha (PTB) nas últimas duas eleições. Porém, há quem aposte que, desta vez, Miachon irá abandonar o barco e confirmar seu apoio a Rodrigo.

 

Vice

O médico Denis Camilo de Carvalho (PTB) será apresentado neste sábado (5) como o pré-candidato a vice-prefeito de Daniel Rossi durante a convenção dos partidos. O sim demorou, mas chegou nesta semana após muita conversa e, claro, muita pressão. Por várias vezes, o médico falou para quem quisesse ouvir que não aceitaria o convite e que não tinha mais interesse em retornar para a vida pública. Mas algo deve ter mudado e pode ser que o agora pré-candidato a vice-prefeito tenha uma explicação para a mudança de posição.

 

Evidência

Enquanto a definição dos pré-candidatos ainda era ou é um mistério, a dupla Marçal Georges Damião (Solidariedade) e professor Edson Domingues (Podemos) já se destacam no quesito de apresentação ao eleitor guaçuano. Eles conversaram com a imprensa, fizeram material gráfico e têm usado as redes sociais para interagir com a população guaçuana. A chapa majoritária foi definida e divulgada no final de julho e, desde então, os pré-candidatos iniciaram a pré-campanha junto ao eleitorado, inclusive com reuniões segmentadas.

 

Previous post

Pública e Privada: aulas presenciais não serão retomadas

Next post

Marcos Antonio retira pré-candidatura em apoio a Daniel Rossi