Home»Caderno C»Tomie Ohtake inspira mostra da Emia

Tomie Ohtake inspira mostra da Emia

0
Shares
Pinterest WhatsApp

Abstracionismo, pintura figurativa e às cegas compõem mostra de trabalhos da Emia (Escola Municipal de Iniciação Artística). Os alunos das professoras Marcia Olympo e Valéria Darcádia se inspiraram nas obras da artista plástica Tomie Ohtake. O resultado pode ser conferido até a próxima terça-feira (15), no hall do Centro Cultural.

Na pintura figurativa, os alunos foram convidados a olhar sua rua, seu bairro e sua cidade e levar à tela o que mais tocasse a alma. A iniciativa resultou em algumas paisagens que fazem parte da rotina de muitos guaçuanos, como o Paço Municipal e a centenária ponte de ferro.

Exposição Centro CulturalNa pintura às cegas, como o próprio nome sugere, os alunos tiveram os olhos vendados e pintaram as telas. No abstracionismo, eles fizeram formas geométricas com o uso de papel colorido rasgados com as mãos e atiraram para cima. A forma que caia sobre a sulfite tinha de ser desenhada na tela.

Todas as iniciativas são baseadas no modo de pintar da artista plástica homenageada. E ainda tem as telas que retratam as 10 fases de Tomie Ohtake.

 

Exposição Centro Cultural

ARTISTA

A artista plástica Tomie Ohtake morreu em fevereiro deste ano, em São Paulo, aos 101 anos. Japonesa que se tornou brasileira com o tempo, ela foi uma das figuras mais importantes das artes plásticas no Brasil. Começou a pintar tarde, aos 39 anos, e ficou conhecida do grande público com as grandes esculturas que mudaram a paisagem urbana de São Paulo. Fez mais de 50 exposições individuais e participou de mais de 80 coletivas. Tomie Ohtake nasceu em 1913, em Kioto, no Japão. Veio para o Brasil em 1936, aos 23 anos.

Exposição Centro Cultural

Previous post

Após queixas, Prefeitura recua e refaz contrato de coleta

Next post

Cinco empregos são criados na Câmara